<

terça-feira, novembro 09, 2004

O resto da história é sabida. Os meninos foram apanhados, choramingaram, levaram uma reprimenda e foram para casa com o rabinho entre as pernas.
Mas apesar do aparentemente brando castigo, dizem as más línguas que a chucha para o ano acabou. Já não há mais comida ou pulseirinha para o festival.




"Prof Adriano: Prometo cortar este cabelo amaricado, não roubar mais o bar do festival e deixar de vir para a net insultá-lo. Mas, por favor, deixe-me trabalhar nas andanças.

A betada afinal é rebelde!!!

Basta olhar para os primeiros posts do penalty para perceberem que o blog ainda não existia aquando da realização das últimas andanças. Mas o facto de o blog não estar institucionalizado à data, não significa que ele já não pairasse aqui nas mentes dos boleiros. Na verdade, já durante o mês de Agosto, o Penalty seguia e investigava condutas dúbias e confrangedoras de alguns agentes desportivos. É no seguimento dessas investigações que um repórter free lancer nos fez chegar esta foto. A imagem não terá a melhor qualidade mas podemo-vos assegurar que se trata da miudagem que hoje fabrica o Passemprofundidade, apanhada em flagrante, a assaltar o bar do festival.
Na altura o facto foi abafado para não chatear os meninos nem arranjar problemas com os seus papás. Os meninos, pensando estar livre de quaisquer consequências,rapidamente esqueceram o caso e atreveram-se mesmo a caluniar quem os protegeu na altura.
Para avivar a memória desses rapazolas o Penalty recorda aqui a situação.

PS: Ainda que a foto não mostre de forma nítida a cara dos assaltantes, o caso foi na altura bastante comentado. Mas, mesmo assim, será que é preciso recordar-vos os nomes dos criminosos?


"Passa para cá as pastilhas e , já agora, dá-me um copo de água!E depressa senão chamo o meu pai"

sexta-feira, novembro 05, 2004

Nota de despedida

Pois é, não sei se já repararam, mas o Penalty Roubado encerrou. Por tempo indeterminado. Foi pouco mas bom. Com este folhetim de pixels quisemos acordar S. Pedro para a vigarice e parolice que vai pelo nosso desporto. Em parte – e modéstias de lado- conseguimo-lo. Caricaturamos Heitor e sus muchachos, afloramos as negociatas de Chaves e companhia e ainda houve tempo para cascar no lobby Ferreira Gomes. Trabalho bem feito, pensávamos nós. Qual quê! Como diria o poeta, erro nosso. O Penalty Roubado abriu um precedente. Com ele uma vaga de bloguezecos de putos iletrados despoletou por esta blogsfera. Blogs que copiam descaradamente a linguagem, os temas e a abordagem do Penalty. Mas, pior que isso, blogs que não apreenderam a lição que o Penalty tinha para dar.
O desporto local é chunga é foleiro. Ide para casa ler um livro e arrumem as chuteiras de lado. Eram estas as nossas mensagens. Ignóbeis putos. Perceberam tudo ao contrário. Graças a nós, existe hoje por S Pedro meia dúzia de putos viciados em blogues que almejam por chegar a casa e lerem o último post sobre a equipa de juniores da UDS ou do Ricardo LX que anda sem clube. S. Pedro andou para trás. Graças ao Penalty. Língua Portuguesa, Pais e educadores, aceitem a nossa penitencia. O Penalty Roubado não voltará tão cedo. A bem do concelho e da sua sanidade mental.

domingo, setembro 26, 2004

Centro de Estágio

Há bem pouco tempo reabriu a carismática discoteca Pecados. Cheios de curiosidade e tentando esquecer um pouco o desporto da região, os elementos do Penalty não quiseram faltar à festa. Mas pelos vistos os casos do desporto perseguem-nos pois não se contavam pelas duas mãos os galácticos de Lafões. Parecia mesmo uma concentração de futeboleiros. Copo para aqui, apalpão para ali, borracheira acolá, assim foi a noite...O Penalty, na sua inocência, pergunta: tratando-se de um sábado à noite, como podem jogadores, que ganham dinheiro da nossa câmara, permanecer até tão altas horas da manha?
Pelo menos tentavam sair um pouco do raio da acção dos críticos à imagem de Bispo que prefere dar uma saltada até ao bar columbia.
O Penalty, justo como é, procura sempre verificar os factos e como prova da nossa presença e relato, aqui fica uma foto captada por Ugo Dos Santos:
O menino bonito André Flôr em plena casa de banho da Pecos.

Olha a bebida que está mitrada.............

O Boleiro Unha Torcida





quarta-feira, setembro 22, 2004

De Volta....

Caros leitores compreendemos a vossa revolta pela não actualização do blog, pedimos desculpa pelo facto, mas humanos como somos também necessitamos de restabelecer forças e resolvemos ausenta-nos por um período de seis dias. Devemos dizer-vos que a costa algarvia estava divinal(obrigado Alex!!!). Depois de energias retemperadas a equipa do Penalty promete lançar de novo a desordem na esplanada do rok.
Pessoal, aqui fica a promessa.


Redacção

quinta-feira, setembro 16, 2004

Notícia de balcão do Roque.

Autores do blog Esgotos Limpos à beira de comerem na tromba. Miudagem, o Penalty Roubado aconselhava-vos a olharem por trás do ombro ao mínimo barulho.

O Dani de S. Pedro do Sul

Rapaz com pés de ouro e de técnica invejável, Gonçalinho muito cedo despertou para o futebol. Começando na praçeta do Sancho, desde logo a UDS reconheceu o talento do franzino jogador, tratando de levar a estrela do Super Sancho league a ingressar nos seus quadros. Mas a vida não foi fácil para Gonçalo. Devido à sua frágil estatura, a sua afirmação nas equipas da UDS tornou-se difícil e só na derradeira fase da sua carreira, já com maior força muscular e um mais calmo temperamento, pode actuar de igual para igual contra os seus robustos e experientes adversários. Paradoxalmente, foi com a maturação futebolística de Gonçalo que se deu também o seu descalabro. A noite, o álcool, as viagens de finalistas em Lorret del Mar. Enfim, uma vida boémia que levou o jogador a relegar a sua promissora carreira. Com 20 anos, Gonçalinho deixou a bola para se meter no vinho. É pena. Tinha um futuro radioso no desporto Rei.

Toc, toc. Quem vem lá?

Quem pensava que o Termas hóquei clube era um clube desactivado e a viver do seu passado que se desengane. Depois do nosso caro Presidente de Câmara(tudo cool Tó Carlos?) ter afirmado(e bem) que o futesal era desporto de meninas, o TOC decidiu, de imediato, criar a sua equipa de fute5. Uma maneira de amedrontar a hegemonia dos Unidos? Apenas uma forma de retirarem umas horas do pavilhão à associação de educação física? Aceitam-se soluções. Cá para mim, os tipos devem é ter fetiches sexuais deveras esquisitos. Bastou ouvirem o presidente falar de desporto de meninas, para logo organizarem a sua equipinha como pretexto para, todos os fins de semana, fazerem números de transformismo. É que gajos de sexualidade indefinida é coisa que não falta nas Termas.

quarta-feira, setembro 15, 2004

Fim de Semana de (des)Graça

Depois do primeiro fim de semana futebolístico da nova época que se avizinha, várias foram as conclusões que o Penalty Roubado pôde retirar, graças aos seus enviados especiais: - de saudar o regresso de Alex á samp depois de umas férias desportivas prolongadas por esse litoral fora. Quanto á samp, surpreendeu tudo e todos pela forma como se conseguiu bater, de igual para igual, com o Santacruzense e com os juvenis do Académico de Viseu, a época 2005/2006 promete.
Na região de Lafões, a destacar, também a vitória dos Vouzelenses no quadrangular de Oliveira de Frades, assumindo-se assim como um dos principais candidatos á subida á 3ª Nacional a par do C. D. Oliveira do Douro.
No que diz respeito ao Carvalhais FC, embora o último lugar no dito quadrangular, demonstrou grande técnica e entrosamento, tendo sido a causa do insucesso segundo apurámos a falta de erva no pelado de Oliveira.
Por último, os Unidos prepararam-se psicologicamente para a nova época, pois o que se passou no sábado passado (ganda chocolate), reflectiu o que serão os Unidos ao longo da época... esperemos que não metam mais água que o próprio Titanic.
Aqui fica uma força e consolo por parte da redacção do penalty.




O Boleiro Unha Torcida


domingo, setembro 12, 2004

Instabilidade nos Unidos: facto indesmentível

A recente investigação do Penalty Roubado, que anunciou em primeira mão a ida de Canina para os Unidos, já anda a causar moça na equipa da Estação. Rapazes, desculpem lá obrigar-vos e virem fazer falsos desmentidos e meas culpas para a praça pública, mas o profissionalismo e a verdade que o Penalty faz questão de pôr em prática sempre que noticia, acarreta estes inconvenientes.

11 de Setembro naaaahh, 25 de Abril!!!!!!

Longe vão os tempos em que as direcções da UDS conseguiam passar com distinção aos olhos dos seus aficcionados. Nos últimos tempos, seja pela crise de resultados, a falta de pagamentos que influencia o rendimento dos jogadores ou a falta de experiência do corpo dirigente, a verdade é que a UDS deixou de ter qualquer importância social na vida dos Sampedrenses.
Estão, por isso, de parabéns, de á dois anos para cá , a direcção da Samp que, reunindo toda uma séria de qualidades issenciais(todas acabadas em ismo como tachismo, parasitismo, etc), tranformou um clube local, outrora com adeptos interessados e orgulhosos, num autêntico clubezinho de esquina.
Acordem Sampedrenses. Como podemos ainda tolerar esta corja? E que tal fazer um 25 de Abril?Aqui está a CHAVE do sucesso.
O Boleiro Unha Torcida

Lafões já era!

Já lá vai o tempo em que eu ia ao futebol pela mão do meu pai e tinha gosto ao ver a bola pinchar de um lado para o outro. Bem podia não ser um futebol bonito, mas tenho a certeza que, mesmo com tenra idade, conseguia descortinar no onze inicial pelo menos 8 ou 9 jogadores da região de lafões. Velhos tempos...
Back in time. Idealista como sou, decido imaginar um onze com 10 jogadores ex- UDS, atletas hoje perdidos por este distrito fora. Aqui vai: Tó (GDOF), Canina (Unidos), Heitor (Lamas), Polaco (Carvalhais), Rochinha (Santacruzense), Ricardo lx (Vouzelenses), Amélia (Carvalhais), André Flôr (Vouzelenses), Pedro Costa (Unidos), Bitéta (Santacruzense) e Bispo (Santacruzense).
Que tal? Coisa pouca? O suficiente para a UDS atingir, facilmente, a 3ª nacional. Acreditem, com esta equipa os Unidos seriam meninos de coro que andariam bem caladinhos e invergonhados o ano todo. Não sendo assim, resta-nos agradecer o trabalho realizado por Chaves, Gomes, Xaruto e companhia por nos oferecerem um onze com 5 jogadores de Aveiro e mais 6 de Viseu. Qualquer dia, teremos mais diversidade que a assembleia das Nações Unidas.
O Boleiro Unha Torcida